Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Topo

Topo

Você conhece o Samba Rock?

Você conhece o Samba Rock? Sabe dançar? Conhece sua história? Sabia que o Samba Rock faz parte da cultura paulistana? Venha conhecer, você vai se encantar!

por   em Empoderamento   | 12.02.2014

 

Talvez você já tenha dançado, visto alguém dançar, escutado alguma música ou já ouviu falar do Samba Rock, mas você sabe como, quando e onde ele nasceu? Não? Vou te contar o que aconteceu…

O que hoje chamamos de Samba Rock nasceu com o nome Sacundin Sacunden, na época da Jovem Guarda passou a se chamar Jovem Samba e mais tarde Sambalanço (em alguns lugares o Samba Rock é conhecido como Swing). Este gênero musical surgiu sob forte influência da música negra norte americana, no final dos anos 60, início dos anos 70, nos bailes e festas familiares da periferia paulistana. Os movimentos do rockabilly foram suavizados e misturados à marcação do samba e a guitarra, o baixo e a bateria do Rock and Roll juntaram-se ao violão, cuíca e pandeiro tão conhecidos por nós.

Com o passar do tempo, assim como tudo na vida, a maneira de dançar o Samba Rock foi se modificando, novos passos, novos nós, novas tranças foram aparecendo e hoje podemos notar que alguns preferem dançar a moda antiga enquanto outros gostam mais do estilo moderno de se dançar. Aos poucos, a dança deixou de ser ensinada de pai para filho e ganhou as academias, as pistas de dança e a graça do povo.

Alguns dizem que o Samba Rock é um estilo musical, outros dizem que é somente uma maneira de dançar, mas existem aqueles que produzem cada vez mais conteúdo para esse estilo de música, que ensinam e vivem dessa maneira de dançar e que formam profissionais capacitados a disseminar a cultura que há por trás de tudo isso através de projetos que usam a dança e a música como ferramentas para trabalhar com a inclusão social, o resgate cultural e a melhora da qualidade de vida. Essas pessoas se juntaram, se organizaram e criaram a ação cultural Samba Rock Cultura Paulistana, um evento que já teve duas edições (na capital de São Paulo) e luta para que O Dia do Samba Rock faça parte do calendário oficial do Estado de São Paulo se tornando um registro no patrimônio cultural do estado. Estes eventos contaram com a participação de DJs, professores de dança, músicos, dançarinos e amantes do samba rock, sem contar as pessoas que passavam pela rua, se interessaram e também participaram do movimento. Veja abaixo algumas fotos dos eventos.

 

Ação Samba Rock Cultura Paulistana

 

Apesar de muitos ainda enxergarem o Samba Rock somente como dança, hoje o movimento conta com grandes bandas e cantores como Jorge Ben (o grande precursor do Samba Rock), Bebeto, Clube do Balanço, Funk como Le Gusta, Vitrolla 70, Os Opalas, Sandália de Prata, Paula Lima e tantos outros. Mas não pense que os adeptos à dança se restringem a um estilo de música, você também poderá ver o samba rock sendo dançado ao som de samba, jazz, soul e rock.

Na página https://www.facebook.com/sambarock você pode obter mais informações sobre a Ação Samba Rock Cultura Paulistana. No site Samba Rock na Veia você pode ver uma lista de academias e espaços de dança para se jogar no Samba Rock (na cidade de São Paulo) além ficar por dentro de tudo o que rola nesse mundo.

Dançar e enriquecer o seu conhecimento não tem nenhuma contra-indicação, pode ser feito por qualquer pessoa, em qualquer idade a qualquer hora do dia, já que faz muito bem para o corpo e melhor ainda para a alma. Bora levantar dessa cadeira e trançar os bracinhos?. Você corre o grande risco de, assim como eu, se apaixonar pelo Samba Rock e nunca mais querer parar de dançar!

Que tal um vídeo pra te dar água na boca?

 

 

Tem mais informações sobre o movimento ou conhece algum lugar super legal pra dançar? Compartilhe conosco!

 

Fonte e imagens: Wikipedia, Samba Rock, Samba Rock na Veia, O Dia do Samba Rock

Espalhe por aí!
 

Dê sua opinião!

Fique tranquila, seu e-mail não será divulgado.