Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Topo

Topo

Dia Internacional da Dança

Uma homenagem à dança através de vídeos que fazem o coração bater mais forte.

por   em Corpo   | 29.04.2014

 

Neste dia internacional da dança me senti inspirada para escrever e compartilhar sobre esta que é uma das minhas paixões. Foi a maneira que eu encontrei para celebrar a data de hoje, ok?

Penso que a dança, além de trazer bem estar e qualidade de vida, nos permite o contato com a arte e a possibilidade de transcender para um outro mundo onde não há limites para o movimento e emoções. Sim, sou absolutamente encantada por dança… Danças circulares, religiosas, folclóricas, clássicas, contemporâneas, solo, em par, em grupo, profissional, amadora. Dança de pé no chão, dança de pé no ar. De salto, de sapatilha. No palco, na terra batida.

Bom, separei aqui alguns vídeos que fazem o meu coração bater mais forte…

O ballet clássico foi meu primeiro contato com a dança. Lembro da tia Vilma, minha professora favorita de ballet que eu respeito tanto e que quando eu tinha oito anos de idade, me ensinou como a disciplina é importante para alcançar algo melhor. Este vídeo é protagonizado por nossa japa brasileiríssma Priscilla Yokoi, reconhecida internacionalmente e que tive o prazer de conhecer ; )

 

Uma homenagem a dança de A a Z:

 

Este abaixo porque Jade El Jabel, que foi minha professora de dança do ventre durante seis prazerosos anos é, na minha opinião, a melhor bailarina de dança do ventre da atualidade. Ela me ensinou entre shimmies, oitos, ondulações e batidas laterais, que pausa também é dança.

 

Lembro que quando estive pela primeira vez na festa de maio no Quilombo São José, me encantei com o jongo logo no primeiro ponto. Carregados de ancestralidade, o tambu e candongueiro me tocaram lá no fundo e dancei, e cantei, e chorei como se eu já conhecesse o jongo há muitos e muitos anos…

Como na cultura do jongo, machado.

 

Eles não tem ossos:

 

Charme!! Não dá pra ficar parada! Todos juntos no passinho, é contagiante!

 

E este último porque o sapateado me ensinou o que é desafio. A menina da apresentação rouba a cena e tem tanta felicidade e euforia dentro dela que extravasa de um jeito lindo e original:

 

Dança comigo?

TAGS
Espalhe por aí!
 

Dê sua opinião!

Fique tranquila, seu e-mail não será divulgado.