Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Topo

Topo

5 motivos que tornam o protetor solar indispensável, inclusive no inverno

O protetor solar deve ser utilizado na pele negra inclusive no inverno. Elencamos 5 motivos que o torna essencial para os cuidados com o corpo. Venha ver!

por   em Corpo   | 17.07.2014

 

Protetor Solar para negras

Este post é uma contribuição da Época Cosméticos para o Soul Negra.

Já estamos cansadas de escutar que precisamos usar protetor solar todos os dias, mas nem sempre é realmente o que fazemos, até porque muitas pessoas tem a errada impressão de que a necessidade de proteção da pele tem ligação com o tom da mesma, ou seja, que as negras poderiam respirar aliviadas da obrigação de usá-lo sempre, mas isso está longe de ser uma verdade.

A única diferença da utilização do protetor solar entre os tons de pele pode ser o fator, mas nunca a frequência de utilização. O mesmo vale para o clima, no inverno temos a impressão de que o protetor solar deixa de ser necessário, já que a exposição ao sol é menor, mas é aí que mora o perigo, a pele está sujeita aos efeitos dos raios solares mesmo durante o inverno ou em dias chuvosos.

Em seguida indicaremos 5 motivos que vão te convencer a adotar o protetor solar e deixar a preguiça de lado de uma vez por todas:

  1. Os danos são acumulativos

Por causa da quantidade maior de melanina, existe a impressão de que a pele negra é mais resistente ao sol, já que os efeitos, como a vermelhidão, tendem a demorar mais para serem visíveis. Você pode não ver as consequências hoje, entretanto os excessos vão se acumulando na sua pele e a longo prazo os resultados negativos são muitos, como envelhecimento, manchas na pele, rugas e até mesmo doenças sérias.

Ou seja, um dia sem protetor solar já vai resultar em danos a pele e mesmo que sejam leves, o acúmulo pode ter resultados graves, tanto estéticos quanto para a saúde.

  1. Não atrapalha a maquiagem

Uma das reclamações frequentes era a textura dos protetores solares, que influenciava no resultado final da maquiagem, mas agora isso já não é mais um problema. Os filtro solares faciais são desenvolvidos com aspectos bem mais leves e naturais, não deixam a sensação de uma pele “grudenta”, como os tradicionais para o corpo, por exemplo.

Além disso, a tecnologia também já tornou tudo muito mais prático e reuniu o protetor solar e a base em um mesmo produto, essa opção não é menos eficiente, muito pelo contrário, oferecem ainda mais proteção já que tem mais aderência a pele, mas, claro, desde que o FPS (fator de proteção solar) não seja menos do que 20. Aliás, isso vale para a escolha de qualquer protetor solar. O ideal para a pele negra é um FPS entre 20 e 30.

  1. Não tira o tom dourado da pele bronzeada

Todas nós queremos manter o tom de pele bronzeado durante o ano todo, por isso muitas vezes acabamos exagerando na exposição ao sol e economizando no protetor solar ou até usando somente o bronzeador, o que é muito pior.

O segredo está em saber usar o protetor solar da maneira correta, assim o tom dourado pode durar o ano inteiro sem que a sua pele seja prejudicada. A exposição gradativa ao sol pode garantir um bronzeado muito mais duradouro do que um período longo de tempo ao sol durante somente um dia, por isso, o ideal são apenas uma ou duas horas de exposição nos horários recomendados e sempre com proteção solar adequada. Assim, além de atingir o tom de pele desejado, você ainda evita o envelhecimento precoce e o aspecto ressecado que o sol pode causar.

Para a pele negra, que fica bronzeada mais facilmente, esse método gradativo funciona muito bem e, além de ser saudável, também garante um tom mais bonito por um período de tempo maior.

  1. Previne o câncer de pele

A consequência mais intensa da exposição solar é o câncer de pele e como os danos dos raios solares são cumulativos e não são totalmente reversíveis, abusos hoje podem resultar em um tumor daqui a alguns anos, por exemplo. Dois dos principais maus hábitos que podem ser responsáveis pelo desenvolvimento da doença são a exposição solar durante períodos muito longos de tempo e no horário de risco, entre 10 e 15 horas, quando o sol está mais intenso.

O protetor solar tem papel fundamental para proteger a pele da incidência dos raios ultravioletas, que podem fazer com que as células da pele se multipliquem de forma desordenada, processo que pode desencadear o câncer.

  1. Protege a pele até em ambientes fechados

Pode parecer exagero mas não é, nem mesmo dentro do escritório você está totalmente livre de ter a pele danificada, as lâmpadas também podem ser vilãs. O problema está sempre nos raios ultravioletas, os responsáveis pelos efeitos nocivos da exposição solar, e eles são emitidos tanto pelo sol, quanto pelas lâmpadas fluorescentes.

Por isso, não há ocasiões em que o protetor solar seja desnecessário, mesmo em dias nublados, chuvosos ou em ambientes fechados, estamos em constante contato dos os raios UVA e UVB que são prejudiciais à saúde da nossa pele.

 

Existem vários motivos pelos quais o protetor solar merece se tornar o seu melhor amigo a partir de agora, por isso, se você ainda não tinha o hábito, ele precisa começar a estar sempre presente na sua nécessaire, afinal, em bolsa de mulher, sempre tem mais um espacinho, não é?

 

Espalhe por aí!
 

Dê sua opinião!

Fique tranquila, seu e-mail não será divulgado.